Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2019

EBS do Vale do Âncora ::: Sarração da Velha 2019

Imagem
Ontem, dia 29 de março de 2019, pelas 21:30 horas, decorreu na EBS do Vale do Âncora a "Sarração da Velha", uma tradição das mais antigas da freguesia de Afife, mas que esta escola recria, como projeto pedagógico liderado pela professora Manuela Moura, há já vários anos.  Assim, ao som da marcha, do sarra e do esgalha, entoado pelos triquelitraques, o cortejo, encabeçado pelo andor da Velha, contornou o edifício escolar até chegar ao local onde se ouviu a leitura do testamento, feita pelo Juiz Flamiano Martins, e decorreu o Auto de Fé, que é a queima da Velha. No seu testamento, cuja leitura é o momento mais esperado, a Velha deixou ficar, de forma humorística, críticas, recados e chamadas de atenção, para surpresa dos visados e gargalhadas dos que assistiram.  Numa noite muito agradável, a comunidade educativa juntou-se no espaço da sua escola para celebrar esta atividade que foi muito participada por alunos de todos os escalões etários, por encarregados de educação, por a…

EB1/JI de Venade - "Valorizar o que é nosso"

Imagem
No dia 27 de março fomos fazer uma visita à "Casa do artesanato do linho" em Argela e aprendemos, com a Dona Rosa, todas as fases do linho até ao momento final em que podemos apreciar as lindas toalhas, de linho, feitas nos teares artesanais.  Um muito obrigado à Dona Rosa que nos recebeu com carinho e paciência...

EBS do Vale do Âncora :: Operação "MOÇAMBIQUE no Coração"

Imagem
Todos nós vimos acompanhando, com profunda tristeza e uma vontade enorme de ajudar, a tragédia humanitária que atingiu, de forma terrível, a população moçambicana, pela passagem do ciclone Idai. Através dos meios de comunicação social somos confrontados, todos os dias, com os assustadores números da catástrofe - mais de 1 800 000 pessoas afetadas, incluindo 900 000 crianças -, com a garantia de que estes números, infelizmente, irão aumentar.  Perante esta situação, a EBS do Vale do Âncora não podia ficar indiferente! Em pouco mais de 48 horas foi implementada, no terreno, a operação "MOÇAMBIQUE no Coração" e, nela, foram envolvidos os alunos, os pais e encarregados de educação, os assistentes operacionais e os docentes.  O conjunto de todas estas vontades permitiu encher, com roupa, todas as embalagens solidárias que os CTT nos disponibilizaram, dez grandes e dez médias, ficando ainda por enviar uma quantidade razoável de roupa, para a qual estudamos agora a melhor forma de…

EBS do Vale do Âncora :: Plastikus - Teatro de Marionetas

Imagem
ASSISTIMOS  ADORÁMOS!

Projeto Rato da Biblioteca - Comemorar na nossa escola o Dia Mundial da Árvore - JI sala 2

Imagem
Mais um dia importante a comemorar na nossa escola, o Dia Mundial da Árvore. Depois da imagem apresentada às crianças e de várias descobertas, partimos para a plantação de uma árvore no recinto do recreio. Com ajuda de um Encarregado de Educação plantamos a árvore e no fim regamo-la. As crianças ficaram responsáveis de cuidar da sua árvore identificada pelos mesmos, uma vez que ela vai crescer com eles na escola. Agradeço a colaboração de todos que participaram nesta atividade. Um muito obrigada.

Projeto Rato da Biblioteca - Comemoração do dia mundial da Agricultura - Distribuição de panfletos pela comunidade - JI sala 2

Imagem
No dia 20 de Março comemoramos o dia mundial da agricultura. As crianças elaboraram um panfleto sobre a importância deste dia e da agricultura biológica na nossa vida. Quando já concluído, fomos distribuir pela comunidade, explicando o conteúdo do panfleto. Agradecemos a toda a comunidade pelo bom acolhimento que nos prestaram.


Projeto Rato da Biblioteca - Comemoração do Dia Mundial da Agricultura - Dar vida à nossa horta - JI sala 2

Imagem
Depois de algumas descobertas as crianças, neste dia, elaboraram um folheto informativo sobre o dia mundial da agricultura para posteriormente distribuírem pela comunidade. Depois de cultivar-mos as nossas hortícolas regamos tudo, para que germine e cresça. Foi muito divertido, não esquecendo a recolha do adubo biológico (estrume) para a nossa horta, cuidando da cama das galinhas com palha, para poderem ficar confortáveis. Foi muito divertido como podem ver.

Projeto Rato da Biblioteca - Visita ao nosso Galinheiro - Os nossos primeiros ovos - JI sala 2

Imagem
Tem sido uma delícia observar estas crianças a tratar e cuidar das suas galinhas. É também muito interessante ver a felicidade com que fazem a colheita dos ovos, quando reparam que a sua a galinha já pôs mais um ovo. Até já deram sugestões para os poderem cozinhar, como por exemplo, fazendo leite creme. Podem ver como estas crianças são responsáveis, carinhosas e criativas, ao longo de toda a atividade com os animais.





Os antigos colegas já sabem ler!

Imagem
Fomos ver como se comportam, como estão e como aprendem os colegas do ano anterior. E ficamos surpreendidos... era Dia do Pai e eles leram-nos uma história... "Pê de Pai". Depois fizemos um trabalho e eles também nos ajudaram. Conhecemos as suas regras e até ficamos a saber que algumas são iguais às nossas! Ficamos ansiosos para ir, também, para o primeiro ano. Vai ser fixe!
Esta atividade foi levada a cabo com o intuito de preparar a transição das crianças finalistas para o primeiro ciclo. As crianças mais velhas da sala 1 do Jardim de Infância de Caminha visitaram a sala do Primeiro Ano do Ensino Básico desta mesma escola. Obrigada à prof. Susana pela colaboração e aos seus alunos pelo carinho e entusiasmo com que receberam os colegas mais novos.









Projeto Rato da Biblioteca - Visita a mais uma Quinta - JI sala 2

Imagem
No âmbito do Projeto Rato da Biblioteca e “Con(s)CienciaArte”, uma parceria entre a Câmara Municipal de Caminha e a Fundação de Serralves, no passado dia 8 de março, o Jardim de Infância de Caminha visitou a Quinta Pedagógica de Serralves, no Porto.







Aula de Campo

Imagem
A EB1 de Lanhelas realizou uma aula de campo, nas margens do Rio Minho. Os alunos recolheram diferentes tipos de raízes, de solos e de rochas. Visualizaram e verificaram o leito, as margens e a foz do Rio Minho. Constataram ao longo do percurso a aplicação das rochas, em casas, muros e estátuas. Descobriram diferentes tipos de plantas silvestres / espontâneas, cultivadas e decorativas. Foi uma experiência enriquecedora e que voltaremos em breve a repetir, para operacionalizar outros conteúdos.